RSS

Obrigado Xana Obrigado Pedro


Fechou para obras


O blog não vai encerrar, mas vai entrar em "obras" e reabrirá sobre nova gerência. Doravante sobre a responsabilidade da geração mais nova a quem competirá geri-lo da forma mais condizente com os seus valores. A todos os que deram a sua colaboração o nosso muito obrigado.


Por delegação presidencial, o Zé Manel a Manel Zé, a Xana, o Pedro a Nini e o Vasco, são os novos administradores do blog.


Nada como começar um Ano Novo, com um projecto novo. Boa sorte. Serei um leitor diário e atento.







"Eu sei que tu compreendes bem"


"Quanto mais alto voamos, menores parecemos aos olhos daqueles que não sabem voar"


Nietzsche




Não sou de ninguém


O mar é das gaivotas que nele sabem voar.

Entusiasmos

O erro do entusiasmo fez-me superar a indiferença do bom senso. Foi assim que nasceu o blog.

Procura-se

Procura alguém que faça rir o teu coração!

É Natal

Quero neste Natal
fazer uma árvore
no meu coração
e colocar em vez de presentes
os nomes dos meus amigos, como tu.
Feliz Natal !

Nós por cá...

Os efeitos do Tratado de Lisboa já se fazem sentir...

A Felicidade

Há uma felicidade tremenda em fazer os outros felizes, apesar dos nossos próprios problemas. A dor partilhada é metade da tristeza, mas a felicidade, quando partilhada, é duplicada. Se te queres sentir rico, conta todas as coisas que tens que o dinheiro não pode comprar.
Extracto de mail recebido hoje

Amigos


Tenho amigos que não sabem o quanto são meus amigos.
Não percebem o amor que lhes devoto e a absoluta necessidade que tenho deles.

A amizade é um sentimento mais nobre do que o amor, eis que permite que o objecto dela se divida em outros afectos, enquanto o amor tem intrínseco o ciúme, que não admite a rivalidade.
E eu poderia suportar, embora não sem dor, que tivessem morrido todos os meus amores, mas enlouqueceria se morressem todos os meus amigos!

Até mesmo aqueles que não percebem o quanto são meus amigos e o quanto minha vida depende de suas existências ...

A alguns deles não procuro, basta-me saber que eles existem.
Esta mera condição me encoraja a seguir em frente pela vida.
Mas, porque não os procuro com assiduidade, não posso lhes dizer o quanto gosto deles.
Eles não iriam acreditar.

Muitos deles estão lendo esta crónica e não sabem que estão incluídos na sagrada relação de meus amigos.

Mas é delicioso que eu saiba e sinta que os adoro, embora não declare e não os procure.

E às vezes, quando os procuro, noto que eles não têm noção de como me são necessários, de como são indispensáveis ao meu equilíbrio vital, porque eles fazem parte do mundo que eu, tremulamente, construí e se tornaram alicerces do meu encanto pela vida.

Se um deles morrer, eu ficarei torto para um lado.
Se todos eles morrerem, eu desabo !
Por isso é que, sem que eles saibam, eu rezo pela vida deles.

E me envergonho, por essa minha prece ser, em síntese, dirigida ao meu bem estar.
Ela é, talvez, fruto do meu egoísmo.
Por vezes, mergulho em pensamentos sobre alguns deles.
Quando viajo e fico diante de lugares maravilhosos, cai-me alguma lágrima por não estarem junto de mim, compartilhando aquele prazer ...

Se alguma coisa me consome e me envelhece é que a roda furiosa da vida não me permite ter sempre ao meu lado, chorando comigo, andando comigo, falando comigo, vivendo comigo, todos os meus amigos, e, principalmente os que só desconfiam ou talvez nunca vão saber que são meus amigos!

A gente não faz amigos, reconhece-os.

( Vinicius de Moraes )

Um minuto para namorar


Eu nunca quis de ti o sonho ou a viagem impossivel . Nunca te pedi o pequeno-almoço, apenas ternura. Eu nunca quis que me desses casa, filhos e roupa lavada . Gostava que me convidasses sempre para dançar. O meu sonho é os meus olhos dormirem nos teus e os teus lábios sorrirem nos meus. Queria de ti um minuto. Um minuto. Um minuto que é uma vida. Uma vida inteira para namorar...até que a vida nos separe.

Prenda para a Luísa

Era uma vez...
Uma menina de olhos azuis e de cabelos loiros que nasceu no meio dos montes e que gostava muito de passar as férias em casa da sua avó, em Junqueira.
Quando foi para a escola, dizia que quando fosse grande queria ser médica mas acabou por se licenciar em gestão de empresas.
Hoje é uma mulher casada com um homem que tem tanto de gordinho como de amoroso. Desse casamento nasceram um Anjo: o André e uma Princesa com mau feitio: a nossa Rita (dizem que é tal e qual a tia, será que sou eu?)
Esta história só faz sentido porque essa menina faz hoje 34 anos. Chama-se Luísa, casou com o meu irmão Paulo e encontrou na familia Almeida um bom porto de abrigo.
Esta é a minha prenda pessoal.
Parabens Luísa!!!
Ps. Lido há dois anos no Serão dos Queridinhos em casa da Laura e do Feliciano

Aniversário da Luisa

Celebra hoje o seu 36º aniversário a Luísa a quem o Curral da Mula parabeniza. Á nossa mula-mor, um beijo colectivo sem baton, por razões que ela compreende bem.

Sonhos


Especialmente para a Luísa, que festeja hoje o seu aniversário !

Aniversário do Feliciano

Celebrou hoje o 47º aniversário o Feliciano. Para ele um grande abraço do Curral da Mula.

Aniversário da Nini




Celebrou hoje o 28º aniversário a Nini. Para ela um beijo grande de parabéns.

Sempre actual

Do rio que tudo arrasta se diz que é violento Mas ninguém diz violentas as margens que o comprimem .

Bertold Brecht

Imprescindíveis

Há homens que lutam um dia, e são bons;
Há outros que lutam um ano, e são melhores;
Há aqueles que lutam muitos anos, e são muito bons;
Porém há os que lutam toda a vida
Estes são os imprescindíveis.
Bertold Brecht

Escolhas de Natal

A vantagem duma escolha é que tem sempre consequências - vantagens e desvantagens.

Wave dream

O meu sonho é os meus olhos dormirem nos teus e os teus lábios sorrirem nos meus.

Sim, fui eu...


Natal na prisão


Born to win

"Not all horses were born equal. A few were born to win."

Mark Twain (1835-1910)

Quero ser pintor


Vou pedir ao Pai Natal para me dar um estojo de aguarelas para pintar os meus sonhos.

Decisões

Havia uma mulher, que não conseguia decidir-se por qual porta deveria sair de certo aposento. Ambas as portas levavam ao mundo exterior. Após algumas horas de indecisão, ela empilhou algumas esteiras diante de uma das saídas e caiu em um sono profundo.
De manhã cedo, levantou-se e examinou o mesmo problema novamente. Uma das portas estava livre, mas a outra estava bloqueada por uma pilha de esteiras. Ela suspirou finalmente: "Agora eu não tenho escolha."

Amizade

Certa noite uma mulher não voltou para casa. No dia seguinte, ela disse ao marido que tinha dormido na casa de uma amiga.
O homem telefonou para as 10 melhores amigas da mulher. Nenhuma sabia de nada.
Certa noite um homem não voltou para casa. No dia seguinte, ele disse à esposa que tinha dormido na casa de um amigo.
A mulher telefonou para os 10 melhores amigos do marido. Oito deles confirmaram que ele tinha passado a noite na casa deles e dois disseram que ele ainda estava lá!
Enviado pelo Paulo

Anedota

Duas gajas boas, mesmo boas, mesmo muito boas (não eram de Ermesinde nem da Via Norte!)resolveram brincar com um velhinho com mais de 80 anos.
Aproximaram-se e disseram-lhe:– - Ó velhinho, diz-nos uma coisa. O que é que fazias com duas gajas tão boas como nós?
O velhinho pensou e respondeu: – Com as duas, não fazia nada. Mas com mais quatro ou cinco, abria uma casa de p**tas!
Enviado pelo Paulo

Cuidado com as cobras


Era uma vez uma cobra que começou a perseguir um pirilampo.
Ele fugia com medo da feroz predadora, mas a cobra não desistia. Um dia, já sem forças, o pirilampo parou e disse à cobra:
- Posso fazer três perguntas?
- Podes. Não costumo abrir esse precedente, mas já que te vou comer, podes perguntar.
- Pertenço à tua cadeia alimentar?
- Não.
- Fiz-te alguma coisa?
- Não.
- Então porque é que me queres comer?
- PORQUE NÃO SUPORTO VER-TE BRILHAR!!!
E é assim...Diariamente, tropeçamos em cobras!


MANUAL PARA SUBIR MONTANHAS




Um post um pouco extenso, mas que vale a pena ler e meditar . É também o meu último , a todos um grande beijo


A) Escolha a montanha que deseja subir: não se deixe levar pelos comentários de outros dizendo:" aquela é mais bonita" ou "esta é mais facíl". você irá gastar muita energia e muito entusiasmo para atingir seu objectivo, portanto é o único responsável, e deve ter certeza do que está fazendo.


B)Saiba como chegar diante dela: muitas vezes, a montanha é vista de longe, bela, interessante,
cheia de desafios. Mas quando tentamos nos aproximar, o que acontece? As estradas a circundam, existem florestas entre você e o seu objectivo, o que aparece claro no mapa é dificíl na vida real. Portanto, tente todos os caminhos, as trilhas, até que um dia você está em frente ao topo que pretende atingir.

C)Aprenda com quem já caminhou por ali: por mais que você se julgue único, sempre alguém teve o mesmo sonho antes, e terminou deixando marcas que podem facilitar a caminhada; lugares onde colocar a corda, picadas, gelos quebrados para facilitar a marcha. A caminhada é sua, a responsabilidade também, mas não esqueça que a experiência alheia ajuda muito.

D)Os perigos, vistos de perto, são controláveis: quando você começar a subir a montanha dos seus sonhos, preste atenção ao redor. Há despenhadeiros, claro.Há fendas quase imperceptíveis. Há pedras tão polidas pelas tempestades, que se tornam escorregadias como gelo.
Mas se você souber onde está colocando cada pé, irá notar as armadilhas, e saberá controná-las.
E)A paisagem muda, portanto aproveite: claro que é preciso ter um objectivo em mente- chegar ao alto.Mas à medida que se vai subindo, mais coisas podem ser vistas, e não custa nada parar de vez em quando e disfrutar um pouco do panorama ao redor. A cada metro conquistado, você pode ver um pouco mais longe, e aproveite isso para descobrir coisas que ainda não tinha percebido.
F)Respeite o seu corpo. Só consegue subir uma montanha quem dá ao corpo a atenção que merece.Você tem todo o tempo que a vida lhe dá, portanto caminhe sem exigir o que não pode ser dado.Se andar depressa demais, irá ficar cansado e desistir no meio. Se andar muito devagar, a noite pode descer e você ficar perdido. Aproveite a paisagem, disfrute a àgua fresca dos mananciais e das frutas que a natureza generosamente lhe dá, mas continue andando.

G)Respeite a sua alma: não fique repetindo o tempo todo"eu vou conseguir".Sua alma já sabe isso, o que ela precisa é usar a longa caminhada para poder crescer, estender-se pelo horizonte, atingir o céu. Uma obsessão não ajuda em nada a busca do seu objectivo, e termina por tirar o prazer da escalada. Mas atenção: não fique repetindo "é mais dificíl do que eu pensava", porque isso o fará perder a força interior.

H)Prepare-se para caminhar um quilómetro a mais: o percurso até ao topo da montanha é sempre maior do que o que você está pensando. Não se engane, Há-de chegar o momento em que o que parecia perto ainda está muito longe.Mas como você se dispôs a ir além, isso não chega a ser um problema.

I)Alegre-se quando chegar ao cume:bata palmas, grite aos quatro cantos que conseguiu, deixe que o vento lá em cima(porque lá em cima está sempre ventando) purifique sua mente, refresque seus pés suados e cansados, o que antes era apenas um sonho, uma visão distante,agora é parte da sua vida, você conseguiu.

J)Faça um promessa: aproveite que você descobriu uma força que nem sequer conhecia, e diga a si mesmo que a partir de agora irá usá-la pelo resto de seus dias.De preferência, prometa também que descobriu outra montanha e partiu para uma nova aventura.

Conte sua história: sim conte sua história.

Dê seu exemplo.

Diga a todos que é possível, e outras pessoas então sentirão coragem para enfrentar suas próprias montanhas.


Paulo Coelho

Até que a vida nos separe











Perante uma plateia muito atenta, José Fanha, conseguiu conquistar os presentes com a sua forma de dizer poesia, da forma mais conseguida que se pode ter, que é fazer com que fiquemos a gostar mais dela.




As Mini Mulas agora reforçadas com a Rita , a Xana e o Pedro foram distinguidos pelos bons serviços prestados ao Curral.




Carlos Letra, Carlos Padrão e Manuel Tavares foram nomeados Mulas Honóris Causa.




A sala encheu, no Hotel Solverde e o Curral encerrou da melhor forma as cerimónias comemorativas do 25º aniversário.




Ainda houve tempo á meia noite para cantar os Parabéns ao Paulo,o nosso mula-mor pelo seu 40º aniversário. Parabéns. colega.




Uma coisa e outra coisa

Uma coisa é o olho do cú. Outra é a feira da Palhaça.

Uma coisa e outra coisa

Uma coisa é estar na beira da estrada. Outra é estar na estrada da beira.

Ser feliz com pouco

Prefiro necessitar menos a possuir mais.

Rugas da alma


Os anos enrugam a pele, mas renunciar ao entusiasmo faz enrugar a alma.


Albert Schweitzer

Até que a vida nos separe


Em antevisão do lançamento do nosso livro amanhã, aqui fica o prótótipo da capa.

Perspectivas do ensino

As coisas têm de mudar, dizem as novas correntes da Educação. Aqui está um exemplo da NOVA ATITUDE que os professores têm de adoptar, a bem dos tempos modernos.
Avaliação de um exercício nos tempos que correm...
(Orientado para professores que têm de mudar... e cumprir políticas da Srª Ministra... )
QUESTÃO PROPOSTA:
6 + 7 = ?

A . EXERCÍCIO FEITO PELO ALUNO:
6 + 7 = 18

B . ANÁLISE:

A grafia do número seis está absolutamente correcta;
O mesmo se pode concluir quanto ao número sete ;
O sinal operacional + indica-nos, correctamente, que se trata de uma adição;
Quanto ao resultado , verifica-se que o primeiro algarismo (1) está correctamente escrito - corresponde ao primeiro algarismo da soma pedida. O segundo algarismo pode muito bem ser entendido como um três escrito simetricamente - repare-se na simetria, considerando-se um eixo vertical ! Assim, o aluno enriqueceu o exercício recorrendo a outros conhecimentos.. a sua intenção era, portanto, boa.
C . AVALIAÇÃO:
Do conjunto de considerações tecidas nesta análise, podemos concluir que:
A atitude do aluno foi positiva: ele tentou!
Os procedimentos estão correctamente encadeados : os elementos estão dispostos pela ordem precisa.
Nos conceitos, só se enganou (?) num dos seis elementos que formam o exercício, o que é perfeitamente negligenciável.
Na verdade, o aluno acrescentou uma mais-valia ao exercício ao trazer para a proposta de resolução outros conceitos estudados - as simetrias... - realçando as conexões matemáticas que sempre coexistem em qualquer exercício...
Em consequência, podemos atribuir-lhe um...
..."EXCELENTE"...
...e afirmar que o aluno...
..." PROGRIDE ADEQUADAMENTE"!!!
Recebido de um amigo por mail

Anedota

Num vagão de metro, um anão começou a escorregar pelo banco e um outro passageiro, solidário, o recolocou na posição.Pouco depois, lá ia o anão escorregando e o mesmo passageiro o recolocava no assento.Quando a situação se repetiu pela quinta vez, o homem, já irritado, esbravejou:- "Será que você não consegue ficar sentado direito?" Ao que o anãozinho respondeu:- "Meu amigo, a umas cinco estações estou tentando desembarcar e o senhor não deixa".
Enviado pelo Paulo

Anedota

Começou a música e um bêbado levantou-se cambaleando e dirigiu-se a uma senhora de preto e pediu: - Hic... Madame me dá o pazer dessa dança? E ouviu a seguinte resposta:- Não, por quatro motivos:
Primeiro, o senhor está bêbado!
Segundo, isto é um velório!
Terceiro, não se dança o Pai Nosso!
E quarto, porque "Madame" é a p*** que te p***. Eu sou o padre!

Enviado pelo Paulo

Anedota

Um professor de Matemática quis pregar uma partida nos seus alunos e disse-lhes: - Meninos, aqui vai um problema:
Um avião saiu de Amsterdão com uma velocidade de 800 km/h, à pressão de 1.004,5 milibares; a humidade relativa era de 66% e a temperatura 20,4 graus Cº. A tripulação era composta por 5 pessoas, a capacidade era de 45 assentos para passageiros, o w.c. estava ocupado e havia 5 hospedeiras (mas uma estava de folga).
A pergunta é... Quantos anos é que eu tenho?
Os alunos ficam assombrados. O silêncio é total. Então o Joãozinho, lá no fundo da sala e sem levantar a mão, diz de imediato: - 44 anos, professor!O professor, muito surpreso, olha-o e diz: - Caramba, está certo! Eu tenho 44 anos. Mas como tu adivinhaste? E o Joãozinho:- Bem, eu deduzi porque eu tenho um primo que é meio palhaço, e tem 22 anos...
enviada pelo Paulo

VAI AONDE TE LEVA O CORAÇÃO


(...)Quando te sentires perdida, confusa, pensa nas árvores, lembra-te da forma como crescem.
Lembra-te que uma árvore com muita ramagem e poucas raízes é derrubada à primeira de vento, e que a linfa custa a correr num árvore com muitas raízes e pouca ramagem...
As raízes e os ramos devem crescer de igual modo.
E quando à tua frente se abrirem muitas estradas e não souberes a que hás-de escolher, não metas por uma ao acaso, senta-te e espera.
Respira a mesma profundidade confiante com que respiraste no dia em que vieste ao mundo, e sem deixares que nada te distraia, espera e volta a esperar.
Fica quieta, em silêncio, e ouve o teu coração.
Quando ele te falar, levanta-te, e vai para onde ele te levar.

Segue o teu coração, onde ele estiver, estará o teu tesouro.

Susana Tamaro.

É MAIS FACÍL...


Quando se ama alguém, tem-se sempre tempo para essa pessoa. E se ela não vier ter connosco, nós esperamos. O verbo esperar torna-se tão imperativo como o verbo respirar. A vida transforma-se numa estação de comboios e o vento anuncia-nos a chegada antes do alcance do olhar. O amor na espera ensina-nos a ver o futuro, a desejá-lo, a organizar tudo para que ele seja possível. É mais facíl esperar do que desistir. É mais facíl desejar do que esquecer. É mais facíl sonhar do que perder.

E para quem vive a sonhar, é muito mais facíl viver.


Margarida Rebelo Pinto

O VENTO NA ILHA


O vento é um cavalo
Ouça como ele corre
Pelo mar, pelo céu.
Quer me levar: escuta
como corre o mundo
para me levar para longe.

Me esconde nos teus braços
por sómente esta noite
enquanto a chuva rompe
contra o mar e a terra
sua boca inumerável.
Escuta como o vento
me chama galopando
para me levar para longe.

Pablo Neruda

CHEGOU A HORA


Não gosto de despedidas, mas parece que está a chegar a hora.

Foram três anos a partilhar convosco poemas, citações, pensamentos etc. espero que tenham gostado porque eu adorei , foi um desafio, uma experiência inesquecível.


Laura


"Quero um dia, dizer às pessoas que nada foi em vão...Que o amor existe, que vale a pena se doar às amizades e às pessoas, que a vida é bela sim e que eu sempre dei o melhor de mim... e que valeu a pena."


Mário Quintana









NÃO SE PODE AGRADAR A TODOS - É assim que eu sou

"Muitas pessoas comportam-se de uma forma que, imaginam, agradará a todos.
Conheci um gerente que queria agradar ao seu director ou aos funcionários e, como era de esperar, acabou de perder o cargo e o emprego. A situação faz-me lembrar a história do homem, do rapaz e do burro.

Um pai andava pelas ruas com o seu filho e um jumento. O pai ia montado no animal, enquanto o filho o conduzia, puxando o burrico por uma corda.

- Pobre criança! - exclamou uma pessoa na rua. - Tão pequena e a esforçar-se tanto! Como o pai pode ficar ali sentado tão calmamente, em cima do burro, a ver o menino a transformar-se num farrapo de tanto correr.
O pai tomou a séria a observação, desmontou do jumento na esquina seguinte e pôs o rapaz na sela. Pouco tempo depois, outro passante ergueu a voz para dizer:
- Que absurdo! O pequeno fedelho vai ali sentado como um sultão, enquanto o seu velho pai corre ao lado.
Este comentário magoou o rapaz, e, então, pediu ao pai que montasse também no burro.
- Onde já se viu uma coisa dessas! - resmungou uma mulher que passava. - Tamanha crueldade com os animais! O lombo do pobre jumento até já está a vergar-se. Como podem o velho e o filho usar o animal, como se fosse um sofá? Pobre criatura!
O pai e o filho entreolharam-se e , sem dizer palavra, desmontaram. Entretanto, mal tinham dado alguns passos, outro estranho fez troça deles:
- Graças a Deus não nasci tão otário assim! Porque conduzem o jumento, se ele não presta serviço algum, se nem mesmo serve de montaria para um dos dois?
O pai colocou um punhado de palha na boca do jumento, pôs a mão sobre o ombro do filho e disse:
- Independentemente do que fizermos, haverá sempre alguém a discordar da nossa atitude. Acho melhor sermos nós mesmos a determinar o que é correcto."
Esta pequena história ilustra aquilo que eu sempre fui, sou e serei. E com ela encerro a minha participação no blogue do Curral.
A todos os Amigos do Blogue do Curral, o meu muito obrigada e votos de um Feliz Natal!

HIV / SIDA

DIA MUNDIAL DE LUTA CONTRA A SIDA






"SIDA é aquilo sobre que falam os líderes políticos quando sobra algum dinheiro no final do dia."



"Não está a ser feito o suficiente porque temos de falar sobre sexo. "



( Peter Piot, director-executivo da ONU-sida )
( imagens in istockphoto e canadaredcross )

I don't know much

video

Look at this face I know the years are showing.
Look at this life I still don't know where it's going.
I don't know much but I know I love you.
That may be all I need to know.

Look at these eyes they never seen what matters.
Look at these dreams so beaten and so battered.
I don't know much but I know I love you.
That may be all I need to know.

So many questions still left unanswered.
So much I've never broken through.
And when I feel you near me, sometimes I see so clearly.
The only truth I'll never know is me and you.

Look at this man so blessed with inspiration.
Look at this soul still searching for salvation.
I don't know much but I know I love you.
That may be all I need to know.

I don't know much but I know I love you.
That may be all I need to know.
I don't know much but I know I love you
That may be all there is to know.

Bandeira azul


Enviado pelo Paulo

É PRECISO


É preciso possuir infraestruturas muitos fortes,

para se viver nas margens do sistema


Alçada Batista " o Riso de Deus"

MENSAGEM PARA SEMPRE


Começarás a sentir o céu, Fernão Capelo,
no momento em que sentirás a velocidade perfeita.
E esta não é voar a mil quilómetros por hora, nem
a um milhão ,nem à velocidade luz.
Porque qualquer número é em si um limite e a perfeição
não tem limites.
A velocidade perfeita é estar lá.

...é estranho .As gaivotas desprezam a perfeição
em nome do prazer de viajar para alcançarem a perfeição,
chegam a toda a parte num bater de asas.
Lembra-te Fernão, o céu não é um espaço nem um tempo
porque o espaço e o tempo pouco significam.

...o céu consiste em ser perfeito


Richar Bach

Fernão capelo Gaivota

Escolhas


( Numa folha de jornal destinada a embalar um qualquer objecto quebrável, encontrada no chão do Ferreira Borges depois do encerramento da Feira Emaús )

Daquelas coisas que acontecem e parece que não é por acaso ...

( Este é o lema de uma Organização Humanitária que desconheço, sendo que a frase cala fundo no coração de qualquer Humano minimamente sensível ! )

25 de Novembro

Dia da Baiana

Igreja de Nossa Senhora do Rosário dos Pretos - Pelourinho - Salvador da Bahia

( foto de Adenor Gondim )

O dinheiro


O dinheiro deu-me tudo aquilo que me podia dar. A vida ainda não...

O André está no céu


Faz nove anos que o André nasceu e no dia seguinte partiu para o céu. Para ele um beijo branco. Para a família a saudade mas também a alegria de saber que há amigos que não se esquecem.

A 1 mês do Natal


"...até que a vida nos separe"

O livro do Curral da Mula, tem a sua apresentação para o dia 8 de dezembro próximo no Hotel Solverde. Como sabem a lotação está esgotada e estamos confiantes de que a 1ª edição vai esgotar no dia do lançamento.
A pedido de várias famílias, o traje para os homens é fato e gravata e para as senhoras, vestido comprido, de preferência preto.

Humor

Um índio vai ao cartório e solicita mudança de nome.
O escrivão pergunta qual é o seu nome.
- "Grande Nuvem Azul Que Leva Mensagem Para o Mundo"
- E como quer se chamar?
- E-Mail

AMAR!


Eu quero amar, amar perdidamente!
Amar só por amar: aqui ...além..
Mais este e Aquele, o Outro e toda a gente...
Amar!Amar! E não amar ninguém!

Recordar? Esquecer? Indiferente!...
Prender ou desprender? É mal? É bem?
Quem disser que se pode amar alguém
Durante a vida inteira é porque mente!
Há uma primavera em cada vida:
É preciso cantá-la assim florida,
Pois se Deus nos deu voz, foi pra cantar!
E se um dia hei-de ser pó, cinza e nada
Que seja a iha noite uma alvorada
Que me saiba perder...pra me encontrar...

Florbela Espanca

Impossível ?

Nada é impossível de mudar.

Desconfiai do mais trivial, na aparência singelo.

E examinai, sobretudo, o que parece habitual.

Suplicamos expressamente :
não aceiteis o que é de hábito como coisa natural, pois em tempo de desordem sangrenta, de confusão organizada, de arbitrariedade consciente, de humanidade desumanizada, nada deve parecer natural, nada deve parecer impossível de mudar.


( B. Brecht )
( imagem in istockphoto )

À força de falarmos de amor, apaixonamo-nos .


Pascal

O DIA



E quando chegar o dia, deverás entregar o teu dom a alguém que fará bom uso dele, e que possa aprender que as únicas coisas realmente importantes são aquelas feitas de verdade e alegria.


Richard Bach ( Não há Longe nem Distância)

Uns e os outros

Uns choram, outros vendem lenços!

Ressaca

Sabes o que é uma ressaca de bem estar?

Edith Piaf


video


O AMOR É...


O amor é a melhor música na partitura da vida.

Sem ele você será um eterno desafinado no imenso coral da humanidade


Raquel Schneider

Um


No início da vida, cada um de nós recebe um bloco de mármore e as ferramentas necessárias par dele fazer uma escultura.
Podemos arrastá-lo intacto aos nossos pés, podemos reduzi-lo a pó ou podemos dar-lhe uma forma gloriosa.
Richard Bach

Abrupt (o) amente


Há alturas assim, parece que se vive naqueles sonhos em que se quer correr e não se sai do sítio. Freud explica, qualquer manual dos sonhos explica, mas a gente continua a sonhar o mesmo. Tudo é pastoso, parece um barco que entra no lodo e não avança mais no meio de um grande e enorme rio. Toda a agitação é vã, sabe-se que algures há um perigo indefinido, uma escuridão que avança, um movimento profundo nas águas.
...
A gente olha para o Correio da Manhã, aquilo que os anglo-saxónicos chamam uma "fatia de realidade", e vê bem o sonho do quero andar, mas não ando.
...
Depois o Correio da Manhã explica-nos que há portas e portas. Umas servem para abrir, outras para snifar e ganhar muito, muito dinheiro. São "portas da percepção" diria Huxley, cheias de felicidade terrestre, contendo a módica quantia de 301 quilos (o quilo a mais dos trezentos seria para pagar o transporte?) de cocaína metida numas portas vindas do Brasil, cerca de três milhões e cem mil doses individuais com valor de cerca de 15 milhões de euros. No mesmo dia, mostrando a diferença entre o poderoso cartel latino-americano e a pobreza dos PALOP, um infeliz guineense identificado como Isolmané trazia três quilos numa mala de viagem vindo de Caracas e foi direitinho parar à prisão, porque só lhe devia faltar ter escrito na T-shirt ao que vinha e com que vinha. Nas casas de banho da noite chique de Lisboa, onde os famosos da Nova Gente riscam umas linhas de neve, não vai faltar produto, nem que seja a consumir à porta. Se no barco encalhado se tem medo e se quer fazer de conta que não se passa nada, há sempre maneira de o fazer, no nariz, na veia, na garganta.
...
O barco está mesmo encalhado e afunda-se pouco a pouco. Haverá piranhas, crocodilos neste rio ? Há sempre.
...
A culpa é do Correio da Manhã ? Longe disso, aquilo é o Portugal de 2007, tal como ele é, irrelevâncias antigas, infelicidades de sempre, vidas miúdas, perdidas num mundo que cada vez menos se controla, de que cada vez menos se descola. Não é obra de cínicos intelectuais que só querem dizer mal e não partilham do glorioso optimismo dos governantes, é o retrato do pântano do nosso lento empobrecimento a que nos condena o "modelo social" vigente, da desorganização atávica das nossas instituições, do salve-se quem puder, de uma mediania muito perto da pobreza e do atraso. É o que o espelho da verdade nos mostra.

É como como nos sonhos, bem se quer correr, mas é difícil correr no meio de gelatina, da pasta viscosa da nossa anomia, quando uma a uma se perdem as raríssimas oportunidades de fazer diferente. Até o Papa percebeu isso e fez o que fez aos bispos, só que nós, se o tivéssemos à civil, atirávamos pedras ao homem. Não se é feliz no país do Correio da Manhã, mas o país do Correio da Manhã é o nosso país.

( José Pacheco Pereira )

A ILHA


Dormi contigo a noite inteira junto ao mar, na ilha
Selvagem e doce eras entre o prazer e o sono,
entre fogo e água...

Talvés bem mais tarde nossos
sonos se uniram na altura e no fundo...
em cima como ramos que um mesmo vento move...
em baixo como raizes vermelhas que se tocam...

Talvés teu sono se separou do meu e pelo mar escuro
me procurava como dantes, quando nem existias...
quando sem te enxergar naveguei a teu lado
e teus olhos buscavam o que agora buscam o que agora-pão,
vinho, amor e cólera te dou, cheias as mãos,
porque tu és a taça que só esperava
os dons da minha vida...

Dormi junto contigo a noite inteira,
enquanto a escura terra gira com vivos e com mortos,
de repente desperto e no meio da sombra meu braço
rodeava tua cintura...

Nem a noite nem o sonho puderam separar-nos...
Dormi contigo, amor, despertei, a tua boca
saída de teu sono, meu deu o sabor da terra,
de água marinha, de algas, de tua intima vida,
e recebi teu beijo molhado pela aurora...
como se me chegasse do mar que nos rodeia...

Pablo Neruda

2007 - Direitos Humanos no Mundo

Amnesty International Report Intro

2006

An introduction to Amnesty

" Saudades de mim "



Abaixo e acima da linha do Equador - silêncio

( foto e texto de Adenor Gondim - Bahia )

VENTO


Não há vento favorável para o marinheiro que não sabe aonde ir.


Senéca


O amor não consiste em olhar um para o outro, mas sim olhar juntos na mesma direcção


Saint- Exupéry

TRIUNFAR


. É assim, depois de muito esperar, num dia como outro qualquer, decidi triunfar...
. Decidi não esperar as oportunidades e sim, eu mesmo buscá-las.
. Decidi ver cada problema como uma oportunidade de encontrar uma solução.
. Decidi ver cada deserto como uma possibilidade de encontrar um óasis.
. Decidi ver cada noite como um mistério a resolver.
. Decidi ver cada dia como uma nova oportunidade de ser feliz.
. Naquele dia descobri que meu único rival não era mais que minhas próprias limitações e que enfrentá-las era a única e melhor maneira de as superar.
. Naquele dia , descobri que eu não era o melhor e que talvéz eu nunca tenha sido.
. Deixei de me importar com quem ganha ou perde, agora, me importa simplesmente saber melhor o que fazer.
. Aprendi que o difícil não é chegar lá cima, e sim deixar de subir.
. Aprendi que o melhor triunfo que posso ter, é ter o direito de chamar alguém de "Amigo".
. Descobri que o amor é mais do que um simples estado de enamoramento"o amor é uma filosofia de vida".
. Naquele dia, deixei de ser um reflexo dos meus escassos triunfos passados e passei a ser a minha própria ténue luz presente.
. Aprendi que de nada serve ser luz se não vai iluminar o caminho dos demais.
. Naquele dia, decidi trocar tantas coisas...
. Naquele dia, aprendi que os sonhos são sómente para fazer-se realidade.

E desde esse aquele dia já não durmo para descansar...
Agora simplesmente durmo para sonhar.

Walt Disney


Sonhos

Cada um de nós tem uma segundo sonho onde tudo o que faz é inocente.

Cantem comigo

Quando você vem com essa cara
De menina levada para a brincadeira
Dá-me um arrepio na pele
Sinto água na boca para ficar com você

Você não tem um pingo de vergonha
E todo homem sonha ter alguém assim,
Realizando minhas fantasias
Taras e manias
Você vem pra mim

Uma lady na mesa uma louca na cama
Na maior safadeza você diz que me ama
E na minha cabeça desvario e loucura,
Quando você começa ninguém mais a segura

E mexe remexe se encosta se enrosca
Se abre se mostra pra mim
Ma agarra me morde me arranha
Não mude que eu quero você sempre assim

Quem canta esta canção?

VAMBORA


Entre por essa porta agora
E diga que me adora
P´ra mudar a minha vida
Vem vambora
Que é o que você demora
É o que o tempo leva
Ainda tem o seu perfume pela casa
Ainda tem você na sala
Porque meu coração dispara
Quando tem seu cheiro
Dentro de um livro
Dentro da noite veloz
Ainda tem seu perfume pela casa
Ainda tem você na sala
Porque meu coração dispara
Quando tem seu o cheiro
Dentro de um livro
Nas cinzas das horas.

Adriana Calcanhoto

NALGUM LUGAR PERDIDO


Não
Não precisas de olhar para mim
Não
Não precisas de correr para mim
Não
Não precisas de me dizer nada
Não
Não precisas de me demonstrar nada
Não
Para mim...
Basta o calor do teu abraço me mostre o quanto me amas