RSS

A propósito de "Acordem"

( imagem "Nike" )

"Letra para um Hino"


É possível falar sem um nó na garganta.
É possível amar sem que venham proibir.
É possível correr sem que seja a fugir.
Se tens vontade de cantar não tenhas medo: canta.

É possível andar sem olhar para o chão.
É possível viver sem que seja de rastos.
Os teus olhos nasceram para olhar os astros.
Se te apetece dizer não, grita comigo: não!

É possível viver de outro modo.
É possível transformar em arma a tua mão.
É possível viver o amor. É possível o pão.
É possível viver de pé.

Não te deixes murchar. Não deixes que te domem.
É possível viver sem fingir que se vive.
É possível ser homem.
É possível ser livre, livre, livre.

( Manuel Alegre , in O Canto e as Armas )

Acordem

Viajar, dá-nos uma prespectiva diferente da vida, dos povos, dos costumes e das culturas civilizacionais. Houve um tempo em que o choque provocado pelo regresso das viagens, provocava em mim um grande choque. Desde o desalinhamento urbanístico ao lixo nas ruas tudo me perturbava. Hoje o que me choca mais é ver nos acessos das cidades pessoas com deficiências fisicas a fazer peditórios, é ver toxicodependentes agrupados a manipular drogas e ver sobretudo uma geração de jovens licenciados sem futuro arrastando-se até aos 30 anos sem nunca ter acrescentado mais valia nenhuma ao seu Paí­s, a não ser consumir à sombra das suas fam­lias.
Que Paí­s é este? É o mesmo que pacientemente esperou 50 anos para um dia acordar e gritar liberdade e que voltou adormecer, já lá vão 33 anos?
Será que ainda temos de esperar mais 17 anos para o monstro acordar?

20% de nada

Já alguma vez tiveste a sensação de ter 20% de alguma coisa e chegares á conclusão de que tens 20% de nada. Já alguma vez te julgaste sócio de alguém e viste a constatar que eras sócio de nada. Pois bem, o que consideras mais penalizante? Ter 20% ou 100% de nada?

Homenagem

Estive hoje na cerimónia de homenagem comemorativa do nascimento do centenário do nascimento do Manuel Pacheco de Miranda, fundador e Director do Jornal de Notícias, que se realizou no Auditório da Biblioteca Almeida Garrett ao Palácio. Uma homenagem póstuma com especial significado para a família e amigos.

Curso de culinária

Vou frequentar um curso de culinária no próximo mês que tem a duração de 4 semanas. Juro-vos que não percebo patavina de cozinha, mas alguma coisa hei-de aprender, nem que seja a valorizar mais, aqueles que o sabem fazer.

Manobra de marinha inglêsa

Há especialistas em manobras de marinha inglêsa, como diz o meu amigo Táta. Ao questioná-lo sobre o que significava isso, com um sorriso ele retorquiu:- Tem que ser manobra de marinha inglêsa, porque se for manobra de marinha portuguêsa, o barco vai ao fundo

O INTRIGANTE IRAQUE

Você sabia que a terra onde se disputa uma guerra com interesses mundiais em razão do petróleo possui memoráveis histórias e mitos da civilização? Se você não sabe, veja a seguir:
1. O jardim do Éden era no Iraque.
2. Mesopotâmia, onde agora é o Iraque, foi o berço da civilização.
3. Noé construiu a Arca no Iraque.
4. A torre de Babel ficava no Iraque.
5. Abraão era de Ur, que ficava no sul do Iraque.
6. A esposa de Isaac, Rebeca, era de Nahor, que ficava no Iraque.
7. Jacó encontrou-se com Raquel no Iraque.
8. Jonas rezou em Nínive, que ficava no Iraque.
9. Assíria, que ficava no Iraque, conquistou as dez tribos de Israel .
10. Babilônia, que ficava no Iraque, destruiu Jerusalém.
11. Daniel esteve na cova dos leões. Onde? No Iraque!
12. Baltazar, rei de Babilônia, viu a "escrita na parede" no Iraque.
13. Nabucodonosor, rei da Babilônia, carregou os judeus prisioneiros através do Iraque.
14. Ezequiel fez suas orações no Iraque.
15. Os Reis Magos eram do Iraque.
16. Pedro também fez orações no Iraque.
17. O "império do homem", descrito na Revelação, era a chamada Babilônia, uma cidade do Iraque.
E vocês, provavelmente, não sabem esta:Israel é a terra mais mencionada na Bíblia.
Mas sabem qual a segunda? Isso mesmo! IRAQUE, que, na Bíblia, corresponde a nomes como Babilônia, terra de Shinar, Mesopotâmia. A palavra Mesopotâmia significa "entre dois rios", mais exatamente entre os Rios Tigre e Eufrates. O nome Iraque significa "País com Raízes Profundas".Certamente o Iraque é um país com raízes profundas e de enorme importância na Bíblia. Exceto Israel, nenhuma outra nação tem mais história e profecias associadas a ela do que o Iraque.

Agora, uma informação no mínimo curiosa :Sabendo que a América é representada por uma águia, como será que o Bin Laden interpretou o seguinte trecho do Corão: (..." aquele descrito como o filho da Arábia será acuado por uma águia amedrontadora. As garras da águia serão sentidas por todas as Terras de Alá e Lot , quando alguns dos povos tremerão no desespero e no júbilo. Quando as garras da águia limparem as terras de Alá, haverá Paz. " ) - Corão (9:11).
Prestou atenção no número do verso do Corão? . 9:11 (setembro, 11)

Estas são só algumas coincidências, das muitas que se falam (filmes, etc). Não serão coincidências a mais???
Realmente dizem que nada nessa vida é fruto do acaso ..............Talvez seja verdade .......

Beijos, Abraços e Koices,

Pedro Moreira

Os professores nunca têm razão



Se é jovem, não tem experiência; Se é velho, está ultrapassado.

Se não tem carro, é um coitado; Se tem carro, chora de barriga cheia.

Se fala em voz alta, grita; Se fala em tom normal, ninguém o ouve.

Se nunca falta às aulas, é parvo; Se falta, é um "turista".

Se conversa com outros professores, está a dizer mal do Sistema; Se não conversa, é um desligado.

Se dá a matéria toda, não tem dó dos alunos; Se não dá , não prepara os alunos.

Se brinca com a turma, é palhaço; Se não brinca, é um chato.

Se chama a atenção, é um autoritário; Se não chama, não se sabe impor.

Se o teste é longo, não dá tempo nenhum; Se o teste é curto, tira a oportunidade aos alunos bons.
Se escreve muito, não explica; Se explica muito, o caderno não tem nada.

Se fala correctamente, ninguém entende patavina; Se usa a linguagem do aluno, não tem vocabulário.

Se o aluno reprova, é perseguição; Se o aluno passa, o professor facilitou.

É verdade, os professores nunca têm razão...

Mas se você conseguiu ler tudo até aqui, agradeça-lhes a eles .


(recebido por email) ( imagem MagicMud )

Um Poema

Não tenhas medo, ouve:
É um poema
Um misto de oração e de feitiço...
Sem qualquer compromisso,
Ouve-o atentamente,
De coração lavado.
Poderás decorá-lo
E rezá-lo
Ao deitar
Ao levantar,
Ou nas restantes horas de tristeza.
Na segura certeza
De que mal não te faz.
E pode acontecer que te dê paz...

( Miguel Torga in Diário XIII )
(imagem in "sítios por la paz")

Retrato


Tenho um amigo que é fabulástico. É capaz de conseguir notas fantásticas como 19,4 ou 9,9 , a matemática. É capaz de fazer uma apresentação fantástica, como fazer de conta que é surdo mudo quando o asunto não lhe interessa. Ele tem uma característica comum aos homens de sucesso. Focaliza-se numa matéria e o resultado é como se, pé que ponha no chão, dali nascerá petróleo. É determinado, perfeccionista, muito auditivo digital, mas tambem muito visual. Gosta de se vestir bem, acompanha a moda, por acaso tenho reparado que andas a apostar nos verdes ácidos e escuros. Estarei errado?
É tambem um comunicador, e ou muito me engano, se não sair da cidade onde vive e não for para a capital, deixará passar uma grande carreira ao seu lado. Se se mantiver na cidade onde vive poderá vir a ser um bom Presidente de Camara o que será pouco para quem muito tem.
Tudo isto para lhe reconhecer muitos méritos e lhe dizer que se se fizer juz á frase "Atrás de um grande homem, está uma grande mulher", aqui fico á espera dessa notícia em primeira mão, porque apesar de já o terem "casado" com várias, o coração dele ainda não balançou, porque ainda namora com a mãe. E fica aqui, o meu maior desejo, como amigo, que continues a fazer a tua estrada e que a nota maior que venhas a tirar seja na disciplina, Felicidade. Abraço Bom.


P.S. Já reparaste que tens muitas semelhanças com o Herman?

Qualidade de vida

Estou a menos de 10 anos de cortar a meta para atingir um dos meus sonhos. Retirar-me do mundo do emprego e dedicar-me aos hobbies e causas que fazem parte do meu mundo. Sempre gostei de me preparar para a década seguinte. Aos vinte, preparei os trinta, aos tinta, os quarenta, aos quarenta, os cinquenta e agora preparo o sessenta. Dois aspectos importantes, são, o não cair no vazio do nada ter para fazer e cair na depressão, e o definhamento intelectual e fisico, daí, o ter iniciado a minha entrada no golfe. O meu hobbie, cuidar de não perder massa muscular,para evitar o definhamento fisico, daí, a minha visita diária ao ginásio, cuidando também da parte alimentar e através da escrita promover o desenvolvimento cerebral, aqui cabendo para além da leitura a minha participação neste blog.
Por isso meus amigos, não há que adormecer na forma. O nosso objectivo deverá ser projectar um futuro com qualidade de vida e isso começa por sermos nós a dar os primeiros passos.


O Melro assobiou

Descobri hoje que o melro assobia e é giro o assobio dele. Como não consigo reproduzir o som para vocês, vou tentar gravá-lo para mais tarde vocês se deliciarem com a sonoridade que ele transmite. Reparei hoje também, que a árvore defronte á minha janela, começou a debitar pequenos rebentos brancos o que indicia a natureza a anunciar o advento da primavera. Haverá estação mais propícia á mudança do que a primavera?

O nosso cantinho


Todos nós temos a nossa zona de conforto. O nosso cantinho. O local onde nos sentimos mais protegidos, onde nos sentimos bem. Não é por acaso que quando nos sentamos num restaurante escolhemos determinada mesa ou cadeira. Não é por acaso que escolhemos vestir de azul hoje e de camel amanhã. Temos cerebralmente tudo localizado. Experimentem alterar uma localização e sintam a diferença. Se fica melhor, ou pior e possivelmente descobrirá o que já sabia. Há mudanças por fazer e outras que nem pensar.

Hora H

Todos vocês se lembram da história da cegonha, que, quando foi convidada para comer em casa do lobo, este pôs-lhe a comida num prato raso e ela não conseguia comer. Mais tarde a cegonha retribui o convite e pôs a comida do lobo dentro de uma garrafa e este também não conseguiu comer. Foi o que senti ontem. Puseram-me uma televisão para ver a Hora H, só que era perto da meia noite e nada. Claro que como trabalho, tenho de me levantar cedo e não consegui ver. Para as estatísticas lá virá o "share" a confirmar que o programa teve pouca audiência e omitirá a que horas foi para o ar, mas todos já sabemos aquela história de que se formos os dois a um restaurante e eu comer um frango, a estatística dirá que cada um de nós comeu meio frango. Goste-se ou não, cada um come do que gosta. Das coisas que eu mais valorizo e aprecio é a daqueles que têm o dom e a capacidade de me fazer rir, tais como o Herman o António ou o Paulo, independentemente do "share" que cada um terá. Eu sou fã.

Feed back

Aprendi por experiência própria, que aceitar uma crítica ou receber feed back, exige uma maturidade que não está ao alcance de todos e aprendi também que a primeira palavra que se deve dizer depois de receber a crítica, deve ser "Obrigado". A primeira reacção é a de, imediatamente sentirmos a necessidade de nos justificarmos. Ora, depois de ouvir a cr­ítica, primeiro, devemos agradecer e segundo, fazer dela o que bem entendermos. Vem isto a propósito de ter sentido necessidade de ter feed back, relativamente ao "new look"do blog. Acham bem? Acrescentariam mais alguns indicadores de utilidade pública? As temáticas são do vosso agrado? O que gostariam de ver mais vezes reflectido no blog? Pior mesmo que a vossa cr­ítica, seria a ausência dela. Podem fazê-lo atraves dos e-mails pamoreira@netvisao.pt ou tito@netcabo.pt. Obrigado!

Os carniceiros da opinião

Mentirosos da verdade. Profissionais de opinião. Quadratura do circulo, eixos do mal, são uma indústria em que a mais valia é a meia verdade de conveniência que termina invariavelmente num convívio com copos â mistura, como se depois da refrega o mais importante fosse demonstrar que o que os divide, não os divide a uma bela mesa. São os novos tiques da intelectualidade bacoca. Claro que o exercício de dizer mal de A ou de B afasta ou aproxima as audiências, estas muitas vezes, quais vampiros á espera do sangue e da desgraça. O Português no seu pior alimenta-se de vísceras feitas pelos carniceiros de opinião e arrota a pescada pensando que comeu lagosta.

Compra um cú e fala com ele

Ouvir um martelo atacar uma parede de manhã á noite não é coisa que se suporte com facilidade, mas ouvir vozes que mais parecem betoneiras a roncar, dá vontade de perguntar:- Porque é que há pessoas, que não compram um cú e falam com ele?

Biography Channel, hoje às 22h

Hoje à noite o Canal Biography Channel presta homenagem a Herman José, a não perder no canal 27 da Cabovisão, 22 da TVcabo e procurem nos outros operadores.

Deixo aqui uma notícia, de João C. Rodrigues, do Correio da Manhã sobre esta mesma biografia:

"O Biography Channel continua a apostar nas estrelas portuguesas para conquistar público. Assim, depois de Siza Vieira, Mariza, José de Guimarães e Lídia Jorge, o canal cabo produziu um documentário com o objectivo de revelar o lado menos conhecido de Herman José. Para isso, uma equipa do Biography Channel acompanhou o humorista nas suas rotinas diárias e aproveitou a boa vontade do apresentador para exibir imagens inéditas do humorista durante a sua infância e adolescência. A importância da família, a eterna paixão pelo coleccionismo e os papéis representados nos filmes amadores feitos pelo pai são apenas algumas das surpresas que Herman promete revelar nesta biografia realizada por Sérgio Oksman.

Além de abordar os aspectos mais mediáticos da vida do artista, o documentário ‘Herman José, o Maior Humorista Português’ dá especial atenção à descoberta da vocação, à ultrapassagem da timidez e às aventuras de início de carreira. Isto sem esquecer as grandes contrariedades que o abalaram ao longo dos seus 52 anos de vida. Surpreendentes são também as declarações acerca de Herman José de figuras como Mário Soares, Pedro Rolo Duarte e Mariza, e dos ‘cúmplices’ Nicolau Breyner, Maria Rueff, Lídia Franco ou Ana Bola. ‘Herman José, O Maior Humorista Português’ estreia no dia 26 às 22h00."

Eu já fiz as pipocas, e estou a caminho do meu sofá, se quiserem aparecer para ver, estão à vontade.
Eu estou pronto, e vocês??

Beijos, Abraços e Koices,

Pedro Moreira

Os homens do séc XXI ...

... são uns coitados.
É preciso dizê-lo com coragem e frontalidade.

Não há um único de entre eles que não se queixe, variando apenas os decibéis do protesto - mais alto ou mais baixo, conforme o grau de tolerância da mulher que têm em casa. Alguns revoltam-se. E com razão.
Afinal, quando eram pequeninos, andavam com pezinhos de lã para não perturbar a sesta do paizinho, que a mãe dizia ser merecida por um dia de TRABALHO "para nos pôr o pão na boca", e agora ninguém lhes agradece nada. Vergaram-se à autoridade paterna, porque com o chefe de família não se brincava, e hoje, mal franqueiam a porta do lar doce lar, depois de um dia de ESCRAVIDÃO, elas desarvoram a caminho da ginástica (onde estão os chinelos e o jantar na mesa ?) e os filhos saltam-lhe em cima, exigindo, a tiro de pistola, uma nova playstation, um aumento na semanada ou as chaves do carro. E, enquanto isto, roem-se de inveja porque, enquanto tiram a loiça da máquina o amigo SOLTEIRO tortura-os com descrições de um mundo idílico, onde tem tudo sem dar nada em troca. É duro, e compreensívelmente existem homens que depois de uma injecção extra de testosterona dão o grito do Ipiranga. Foi o que fez o senhor Billy Bob Thornton, sujeito de quem nunca tinha ouvido falar, mas que alega em sua defesa ser actor e ex-marido de Angelina Jolie.
Passados uns anos, e vendo a esposa nos braços de Brad Pitt, decidiu revelar ao mundo os fundamentos da sua SEPARAÇÃO. E disse : "Deixei a Angelina porque ela não me deixava ver televisão !" (sic).
Ao ouvirem a sua singela declaração, os MACHOS latinos deitaram as mãos à cabeça. É que a sua vida pode estar difícil, mas ainda nenhuma indígena se lembrou de os proíbir de ver a bola.
E se a moda pega ?
Como diria Vasco Pulido Valente, o mundo está realmente perigoso.


( Isabel Stilwell, in Notícias Magazine, 2007.02.25 )
( imagem em cinemacomrapadura )

Óscares 2007


Martin Scorcese, o grande vencedor.

Filme, realização, argumento adaptado, montagem

"The Departed " ( "Entre Inimigos" )


Forest Whitaker, melhor actor

em "The Last King of Scotland" ("O Último Rei da Escócia")

( imagens Fox Searchlight )

Porsche Cayenne Turbo


Fui convidado para a apresentação do Cayenne Turbo. Uma verdadeira loucura em tempo de ecologia. Ao meu amigo Carlos Santos, obrigado, pelo convite.

Matei saudades


Alpine Renault A 110

Ray Conniff And His Orchestra

Besame Mucho

Coisas de adolescente...

Acabei de escrever um artigo para a J que me obrigou a efectuar alguma pesquisa sobre Ayrton Senna e, como tal, vieram-me recordações do tempo da minha adolescência, no qual, enquanto as minhas amigas idolatravam David Bowie, eu era fixada em Alain Prost! Elas não compreendiam como é que eu, sendo mulher, podia gostar tanto de F1 e daquele baixote, em particular e eu não percebia o que viam, de extraordinário, no cantor...
Na verdade, eu tinha uma obsessão pelo referido piloto. Todas as semanas gastava a minha semanada em revistas e jornais desportivos (incluindo da imprensa italiana, quando o Prost corria pela Ferrari), tinha um album de fotografias e declarações do piloto e um registo que guardava religiosamente numa pasta A5,do seu desempenho em cada corrida (incluía lugar de partida, tempo da melhor volta, lugar conseguido, situações críticas e a minha opinião pessoal sobre a sua postura no Grande Prémio em causa). Como "tinhosa ferranha", detestava o Senna e rasgava tudo quanto eram fotografias dele!
Nunca mais me esqueço o dia em que Prost (acho que foi em Imola) abandonou a prova, em plena volta de aquecimento, por causa da chuva. Para piorar a situação, o Porto perdeu com o Benfica. Bem,...chorei desalmadamente, ao ponto de ser chamada à atenção pelo meu próprio pai...
Também nunca esquecerei o dia em que o meu pai me levou ao Estoril para assistir ao Grande Prémio. Não dormi tranquilamente e tive cólicas dutante os 3 dias (2 de qualificação e 1 de corrida). Levei uma camara de filmar que pesava toneladas (na altura, só existia o sistema Beta) e praticamente só focava as boxes da Ferrari e as imagens do Prost). Como ficou em 3º lugar, consegui grandes planos no pódio...
Quando deixou as corridas, diminui o gosto pela F1. Ainda tentei ser fã de Daimon Hill, mas não era a mesma coisa...
Hoje olho para trás e vejo como amadureci...como foi possível tanta fixação numa coisa que, na realidade, não me era próxima e como isso me alterava o estado de espírito...Mas, sinto saudades e, ao mesmo tempo, gostei de ter crescido.
Mais uma partilha...
Beijocas!

Imagens e Sons de Angola

Ao som do Duo Ouro Negro

LUANDA ANTIGA

Para matar saudades

Ao ponto em que chegamos!!!

O desespero, a solidão e a ineficácia das relações chega ao ponto em que todos podem consultar no site: www.areyoumywife.com!
Beijocas!

Miramar


Haja actualização!

Hoje confirmei a desactualização do mundo eclesiástico dos nossos tempos.
A certa altura, durante a missa a que assisti hoje, diz o sacerdote que o Papa João Paulo II, pouco antes de falecer, havia solicitado uma nova geração de padres...uma geração que se tentasse equiparar às "criancinhas", ou seja, inocentes, puras, ingénuas e sem maldade...Juro que me apeteceu interromper a cerimónia e perguntar-lhe se ele sabia como eram as nossas actuais "criancinhas"!!!Provavelmente, NÃO! De certeza que não tem convivido com elas, caso contrário, não teria tido aquela verdadeira "diarreia verbal" completamente imbecil!
Gosto muito de crianças, mas pelo comportamento que, cada vez mais, evidenciam, dá-me vontade de as mandar 15 dias para casa do meu pai que, sem nunca ter sido austero, soube educar-me a mim e à minha irmã, de forma, exemplar! Ambas temos muitos defeitos, mas nunca fomos mal educadas nem agressivas!
É triste e lamentável ver os "fedelhos" serem arrogantes, sem qualquer tipo de boa educação, seja com os próprios pais ou com outra pessoa qualquer! Mais lamentável ainda é a inoperância dos progenitores que não castigam este tipo de comportamentos e alguns que, no limite do ridículo, ainda se riem...
Eu não gosto muito de falar sobre este assunto porque não sou mãe e também não sei como agiria nessa condição,no entanto, como filha, acho que posso falar pelo exemplo que tive em casa!
Beijocas!

A VIDA

A vida quer que você viva os seus sonhos!

Paulo Coelho
Não queiras saber tudo.
Deixa espaço livre para sabereas de ti

Vergilio Ferreira

O LIVRO DA VIDA

As páginas da vida, são cheias de surpresa...
Há capítulos de alegrias, mas também de tristezas
Há mistérios e fantasias, sofrimento e decepções.
Por isso não rasgue páginas e não salte capítulos,
Não se apresse em descobrir os mistérios,
Não perca as esperanças, pois muitos são os finais felizes.
E nunca se esqueça do príncipal:
No livro da vida o autor é você

We never walk alone

Nada pior do que fazeres sofrer alguém, ainda que de forma insconciente, alguém de quem gostas, e vê-la verter lágrimas provocadas pelo teu comportamento. Porém, pior seria continuar a persistir no erro, depois te consciencializares, para o facto das diferenças que nos separam, serem as mesmas que fazem com que nos nos tornemos um só, num preciso momento e de preferência ao mesmo tempo.

Pára-Raios

Há pessoas que são como os pára-raios. Servem para canalizar a energia, positiva e negativa dos outros. Se reflectirem um pouco, vão descobrir quem é o vosso pára-raios. Para quem telefonam sempre que defrontam uma dificuldade, a quem se socorrem quando têm um obstáculo, a quem falam quando precisam de um conselho ou de apoio.
E não há dúvidas que o pára-raios tem uma função de segurança e protecção altamente eficaz, do que não devemos esquecer é que para ele se manter ao nosso dispor, temos que lhe dar também atenção, porque só quando ele avaria e troveja é que rezamos a Sta Bárbara.

Sucata

A idade das ilusões desmorona-se á medida que vamos atravessando os nossos aniversários. Deixamos de sonhar, porque foram tantas as desilusões, deixamos de conviver, porque foram tantos os amigos que perdemos e tornamo-nos deficientes porque na incapacidade de fazer-mos novos amigos, preferimos a cultura das relações de circunstância social. Vivemos na promoção das amizades instantâneas, em que somos capazes de privar num evento social um bom par de horas e este mal termine, cada um vai á sua vidinha e podemos passar o resto da vida sem nos vermos novamente.
Está aí e chegou para durar, a amizade descartável. É só usar e deitar fora.
E sabem para onde vão? E sabem para ondem caminham? Não. Mas eu digo-vos, vão a passos largos para a solidão, para a dependência do alcool ou dos químicos e serão despejados num parque de sucata humano, num lugar bem perto de si. A depressão é só um presente por conta das ilusões. Continuem a divertir-se e a fazer de conta.


E vergonha na dita ??



( post de Joana Amaral Dias, no "Bicho Carpinteiro" , 2007.02.22 )

Audiências



O passado domingo foi a primeira noite em que o humor do Gato Fedorento e o de Herman José conviveram na tabela das audiências.

E o resultado não foi brilhante para o humorista da SIC.
"Hora H", exibido cerca das 22h45 na SIC, foi o quinto programa mais visto do canal de Carnaxide e o share de 23,2 e a audiência obtida não chegaram para o colocar no top dos 15 mais vistos do dia, segundo os números da Marktest.

"Diz que é Uma Espécie de Magazine" foi o programa mais visto da RTP1 no domingo (com 34,7 de share) e o segundo mais visto do dia, só batido pelo "Inspector Max", na TVI.
Ontem, o Correio da Manhã noticiou que fonte da administração da SIC garantia que a equipa do humorista teria de "alterar" os episódios para "terem mais graça", apesar de não estabelecer uma ligação com as audiências obtidas pelo programa.

Herman José afiança que a sua relação com a administração da SIC e com a direcção de programas está de boa saúde e que "pela primeira vez" estão "em completa sintonia".

"Hora H é um programa trabalhado, sofrido em que todos acreditamos", frisou.

O humorista acrescentou ainda que "se a SIC se movesse por shares e audiências tinha-me encomendado os batanetes, o que seria mais fácil de fazer - tínhamos os hermanetes".

( in "Público", 2007.02.23 )

Pensamentos

"Amo a liberdade, por isso deixo livre as coisas que amo...se voltarem é porque as conquistei...se não voltarem é porque nunca as tive."
(CHARLES CHAPLIN)

Partilha-me

Imagem: "Partilha-me" de Rui Santos




... Às tantas dou por mim a amar-te como no primeiro dia e a querer-te como se do último se tratasse...

Sempre Presente



Poeta ( e andarilho, juntamente com muitos outros companheiros ) dos
"maravilhosos tempos em que o Povo foi sujeito activo da História"

A 23 de Fevereiro de 1987, com 57 anos, José Afonso deixou-nos, vítima de doença incurável.
Um dos mentores da canção de intervenção em Portugal e um cantautor notável, soube conciliar a música popular portuguesa e os temas tradicionais com a palavra de protesto.
Zeca trilhou, desde sempre, um percurso de coerência.
Na recusa permanente do caminho mais fácil, da acomodação, no combate ao fascismo, na denúncia dos oportunistas, dos "vampiros" que destroçaram Abril, no canto da cidade sem muros nem ameias, do socialismo, da "utopia".
Injustiçado por estar contra a corrente, morreu pobre e abandonado pelas instituições.
Esse abandono só pode envergonhar a nossa sociedade.
Mas não temos dúvidas,
a voz de "Grândola" perdurará para lá de todos os chacais.


Com Adriano Correia de Oliveira, José Afonso foi uma das figuras centrais e incontornáveis da canção de intervenção em Portugal.
Será certamente recordado como um resistente que conseguiu trazer a palavra de protesto antifascista para a música popular portuguesa
e também pelas suas outras músicas, de que são exemplo as suas baladas.
(fontes : "AJA", "azeitão.net" )

Doutores e Engenheiros

Um inquérito alargado de Rui Bebiano e Elísio Estanque cujos resultados foram já parcialmente divulgados na Net (www.aterceiranoite.wordpress.com) dá uma pista acerca dos problemas de iliteracia do Ministério da Justiça que levaram à concessão de indulto a um foragido.



O ministério, recorde-se, justificou a trapalhada com a existência no processo de dados que não eram de "leitura evidente".



O referido inquérito, que envolveu uma amostra de 2851 alunos da Universidade de Coimbra, apurou que


18,3% deles nunca lêem livros; destes, 10,9% são (adivinhe-se) de Direito. Em Artes e Letras, 7,3% também nunca lê, e o mesmo 13% dos alunos de Ciências Sociais; os de Desporto e Engenharia são mais radicais, ou se calhar mais sinceros - respectivamente 48% e 40% deles afirmam jamais pegar, beughh ! , em tão estranho objecto, um livro.


Suponho que a situação nas outras universidades seja semelhante e que percentagens assustadoras dos doutores que formam (e que depois, pela via rápida das juventudes partidárias, chegam aos ministérios) também não queiram nada com livros.



Daí que, face a uma leitura "não evidente", como uma frase com sujeito, predicado e complemento directo ou algo diferente de um SMS com "emoticons", entupam, coitados.



Ou melhor, coitados de nós.


( Manuel António Pina , in JN 2007.02.22)
...


Mais uma vez, eis-nos confrontados com a incómoda questão :



que fizeram ou deixaram de fazer os vencedores de Abril, para aqui termos chegado ?



E uma vez aqui aportados, como inflectir o rumo nocivo que aqui nos trouxe ?


( comentário de António Viriato, in "Boa Sociedade", sobre o mesmo inquérito no meio estudantil )

How Deep Is Your Love

Bee Gees alive

Breathing Earth

Muito interessante este site.

Humor

A primeira lombriga em álcool, a segunda lombriga em fumo de cigarro, a terceira em esperma e a quarta em terra natural. No dia seguinte o professor mostra aos alunos o resultado:
A primeira lombriga, em álcool, está morta; a segunda, no fumo do cigarro, está morta; a terceira, em esperma, está morta; a quarta, em terra natural, está viva. O professor comenta que é bastante nítido o que é prejudicial e pergunta à classe:
- O que podemos aprender desta experiência? Responde imediatamente o Joãozinho (sempre ele) : - Temos de beber, fumar e dar umas quecas para não termos Lombrigas!
Mai nada!!!!

Aniversário da Eduarda


Celebra hoje o seu vigésimo quarto aniversário a Eduardinha. Para ela um beijinho do Curral da Mula com votos de um dia muito feliz.

Charles Aznavour - SHE

A pedido do José Carlos

Parolice

A parolice nacional, como escreve hoje em editorial no Jogo, o seu director, Manuel Tavares, revelou-se ontem pela RTP ao transmitir em directo com meios poderosos a chegada do Chelsea ao Porto. Que o povo lá vá para apoiar ou insultar o adversário, vá que não vá, agora que a RTP com o nosso dinheirinho ande a fazer serviços deste, com franqueza. Já diziam em Roma no tempo do império romano que na Gália, havia um povo (referiam-se a nós), que não se governava nem se deixavam governar.

Terça feira de Carnaval

O Melro hoje apresentou-se mas não me passou cartão. Virou o cú para Meca e deixou-me a falar sózinho. Foi então que me apercebi que estava cansado. Claro, deve ter ido ao cortejo carnavalesco mascarado. Como terá sido a tarde dele ontem? Imaginei-o deitado numa cama rodeada de passarinhos e a fazer amor. E que bem que ele fazia. Tinha a escola toda. Por isso, ele estava tão cansado e com dor nos rins. Não me deve ter falado porque não quis arriscar duas seguidas. Querem ver que o Melro também vai ao Passeio Fantasma? Vou mas é para o ginásio tratar de mim, porque homem prevenido vale por dois. Percebeste, Melro?

Estela

A minha tarde de carnaval foi passada com o meu amigo Manuel Tavares, na Estela. Foi uma tarde bem passada. A repetir mais vezes, pode ser?

Olá!!!


Como estão? Após uma ausência, relativamente, prolongada, por bons motivos:), estou agradavelmente supreendida com o new look do Curral! Parabéns!
E além disso, com esta nova versão já posso inserir imagens, uhau!
Por isso, aqui vos deixo uma...
Beijinhos!
inel

She

Frase do Dia - Jornal 24 horas

"A vida é uma luta da qual não sairemos vivos, mas não podemos desistir de lutar."

Esperança

"A esperança é um bom almoço mas um mau jantar"
Francis Bacon

Amor é...

O amor é mesmo a melhor solução, por maior que seja o problema!

Aniversário do "Mestre"

Este fim de semana, estive em Lisboa. Dormi no Palácio de Seteais em Sintra, joguei golf na Penha Longa e jantei em Bicesse, por sinal no aniversário de um amigo que para celebrar o sexagéssimo aniversário juntou 150 convivas, qual deles o mais mediatizado. Não sei se já passaram pela experiência única de serem convidados para uma festa e serem confrontados com caras que entram em vossa casa pela TV com todas elas a esboçarem um sorriso como se vos conhecessem há imenso tempo.
É claro que te sentes atordoado e o teu instinto obriga-te a corresponder.
Porém e se no dia seguinte os encontramos, então fica ali criada uma amizade instantânea. Foi o que fiz, doravante, sou amigo de vários presidentes de bancos, de presidentes de partidos politicos, de presidentes de futebol, presidentes de conselhos de administração de rádio, de televisões, de jornais, etc etc.
O meu amigo aniversariante, homem de sucesso feito por mérito próprio, não precisa de mim para nada. Não sou poderoso, não tenho poder económico, não tenho nada que seja compatível com os interesses dele e no entanto, ligou-me e fez questão de me convidar para uma festa bonita que ele concebeu. Temos no entanto um ponto comum, temos ambos origens humildes e possivelmente esse é o elo que nos faz sentir proximidade. A proximidade suficiente, para ele continuar a ser quem é e eu a suficiente para não deixar de ser quem sou.

O mar

Sabes porque é que o mar é tão grande, tão imenso, tão poderoso? Porque teve a humildade de se colocar uns centimetros abaixo de todos os rios; sabendo receber, tornou-se grande!
Se quizesse ser o primeiro, centimetros acima de todos os rios, não seria mar, mas sim uma simples ilha!..
Recebido por mail

Carnaval



...

Pelos vistos o Bicho da Madeira, para além da concepção estranha que tem de democracia, também é surdo.

...

Quem afinal não parece ter testículos para aceitar a democracia e a livre opção de voto dos portugueses é o Sr. Jardim. De eunucos da democracia estamos nós já fartos.

( imagem e excertos de "We Have Kaos in the Garden" )


Claro que brincamos !!

Director da CP despedido, indemnizado e de novo contratado

( capa de CD da "Palavra Contada" )



Manuel Lopes Marques, ex-director-geral de exploração e conservação da Refer (Rede Ferroviária Nacional), recebeu em Junho de 2006 uma indemnização de 210 mil euros para sair daquela empresa do Grupo CP (Comboios de Portugal) e dois meses depois, em Outubro, ingressou na Rave (Rede Ferroviária de Alta Velocidade).


Nesta última empresa, detida pela Refer e pertencente também ao Grupo CP, Manuel Lopes Marques trabalha como assessor do conselho de administração, tem um contrato até três anos e um salário mensal de 5.050 euros.


Luís Pardal é o presidente de ambas as empresas: Refer e Rave.


( notícia de 2007.02.15, aqui )

Brincamos ??


( imagem de "Wehavekaosinthegarden" )


"Não vou dar toda a informação. Não tenho que dar, há matérias de Estado."


"Enquanto eu não tiver nenhum elemento que me prove que os meus antecessores foram cúmplices com qualquer ilegalidade cometida em território português, a minha obrigação é pôr as mãos no fogo e assim farei."


"Não andei a abrir baús, não é essa a minha função."


( Declarações do MNE, Luís Amado, sobre os voos da CIA , citado pelo DNonline 2007.02.17 )

Humor

Um menino vê um burro excitado, e grita para a mãe:
- Mamã, se a pila do burro é assim ... imagino a do papá, que é licenciado ! ...

Noite de Carnaval

Pessoalmente, tenho que admitir que detesto o Carnaval! Não sei se sinto isto porque quando era pequena tinha que me fantasiar de "Madeirense", da primeira à quarta classe (os meus pais tinham ído à Madeira e trazido a fatiota completa), o que dava origem a comentários do tipo "a mais parola", ou se foi porque, aos 16 anos, com um grupo de amigas, fui perseguida por fulanos mascarados (nessa mesma noite), quando experimentei, pela 1ª vez, tentar divertir-me. Salvou-me o "Esquimó" e só descansei quando cheguei a casa!
O que me irrita profundamente nesta época, são as tentativas vãs de imitar aquilo que se faz no Brasil...Lá é Verão; faz todo o sentido que se desfile de tanga e biquino, mas cá...por favor!Ridículo! Estamos em pleno Inverno e até está a chover!Aquelas desgraçadas devem gelar, só para o "povinho" se divertir! Mas, enfim, valha-nos o pituresco Alberto João Jardim e as suas piadas! Acho só que me divertiria, de facto, nesta época, se estivesse em Veneza, onde aí sim, o Carnaval tem o seu "glamour"...
É evidente que isto é apenas a minha opinião pessoal, que "vale o que vale", mas estamos num blog democrático e todos temos o direito de opinar...
Este ano vou-me fantasiar de sonâmbola, vestir o meu pijama bem quentinho e dormir!
Para os que vão vestir a pele de outrém e sair à rua, divirtam-se!
Beijocas!

A HORA H(erman)

"Herman José está de volta à SIC com a Hora H, cujo mote é fazer rir os portugueses. Veja as audiências de estreia do programa, numa análise da MediaMonitor.

A CNN ou o Canal Nacional de Noticias é o fio condutor desta paródia, onde Herman se desdobra em múltiplas personagens acompanhado do elenco habitual: Ana Bola, Maria Viera, Manuel Marques e o acabado de chegar César Mourão.

A primeira emissão foi transmitida a 10 de Fevereiro, sábado, e registou 7.4% de audiência média e 21.1% de share. Foi visto por um total de 2.211.200 espectadores que viram em média mais de 14 minutos, ou seja, cada espectador viu cerca de 32% da duração total do evento. O pico de audiência registou-se às 22:41 com 891.800 espectadores de audiência média.

A Hora H registou melhor afinidade junto dos indivíduos entre os 45 e os 54 anos, junto dos indivíduos das Regiões Sul e Litoral Centro. Por outro lado, a pior afinidade registou-se sobretudo junto dos indivíduos entre o 15 e 24 anos. As regiões do Interior e do Grande Porto também registaram menor afinidade, quando comparada a audiência média do universo com a audiência do alvo.

Análise realizada pela MediaMonitor com base em dados retirados do MMW/Telereport. "

O meu sonho

O meu sonho era ser como o Menino Jesus, que com 12 anos entrou na sinagoga e falou com tal sabedoria que os doutores das leis se quedaram perante tanta clarividência e saber. Não alimento este sonho pelo narciso do meu ego, mas para poder dar voz aos injustiçados, aos que sofrem e até aqueles que pela sua condição social não têm o poder de serem tidos em conta. Infelizmente este sonho já não existe, nos stocks dos sonhos. O que existe é a possibilidade de denunciar a prepotência, de ajudar quem mais precisa, de tornarmos a vida mais agradável a quem nos rodeia para além da contínua procura do conhecimento e do saber, para desenvolvimento pessoal próprio e para num determinado momento termos a possibilidade de representar o papel de Menino Jesus.

Hora H

"I'm not dead yet" - assim rezava a t-shirt que Herman vestia na apresentação à imprensa do seu programa "Hora H".


Provocação de um autêntico animal de palco, um provocador nato a quem, em tempos, o público tudo permitia, sob a capa da excentricidade.


Pois, mas o nível de audiências do passado sábado não esteve no seu melhor ... terminou no décimo quinto posto da tabela liderada, claro está, pelo jogo de futebol Varzim-Benfica.


“Gostei imenso do que vi”, “Estou seguro de que lançámos boas fundações para um prédio que se quer sólido e terá 42 andares [o número de episódios previstos].”


O décimo quinto lugar, a uma distância substantiva de ‘Tempo de Viver’ ( TVI ) e ‘Aqui Há Talento’ ( RTP 1 ), na óptica de Herman José não encerra surpresa.


“Não estava à espera de melhor (nunca o escondi)."


“Estamos muito motivados e faremos cada vez melhor. Se as audiências acompanharem o crescimento, será ouro sobre azul !”
( fontes : "Público" e "Correio da Manhã" )


Será que domingo, na hora H, os portugueses, os tais que fazem e desfazem audiências, vão regressar ao seu antigo amor ?



" O que faz andar o barco não é a vela enfunada, mas o vento que não se vê"

( Platão )

Aos AMIGOS

Nenhum caminho é longo demais quando um amigo nos acompanha.
Um grande beijo de agradecimento a todos os que estiveram connosco neste momento.

URGENTEMENTE


É urgente o amor.
É urgente um barco no mar.


É urgente destruir certas palavras,
Ódio, solidão e crueldade,
Alguns lamentos,
Muitas espadas.

É urgente inventar a alegria,
Multiplicar as searas,
É urgente descobrir rosas e rios
E manhãs claras.

Cai o silêncio nos ombros e a luz
Impura, até doer.
É urgente o amor, é urgente
Permanecer.


( Eugénio de Andrade, in Antologia Breve )

Provérbios

Trata alguém como ladrão, e ele rouba-te. Trata alguém como príncipe e ele comporta-se como um rei.
Provérbio chinês

Estamos convosco

Partiu hoje o pai da Laura, avô do Pedro e João e sogro do Feliciano. Um homem simples e bom. Para vocês, uma palavra de conforto e um abraço de presente carregado de afectos. Estamos convosco. Não há muitas palavras a dizer, a não ser, que rezamos convosco e comungamos da vossa dor, para que com a nossa ajuda também, a vossa "mochila" fique mais leve. Ele partiu em paz. Fiquem vocês, também.

Saudades do Melro

Hoje senti saudades do Melro. Ainda deve estar a dormir. Vocês, há quanto tempo não vêem um melro? Já se imaginaram, em vez de ter um cão ou um gato, a ter um melro dentro de vossas casas? Eu sou um previligiado, porque o tenho diáriamente e em liberdade. Este Melro, que me prende a atenção e me olha de forma especial, é muito atraente e adora conversar comigo. Temos muito em comum. Desejo que, um dia quando me aposentar, também possa ser como este Melro. Bonito, elegante, simpático, charmoso, inteligente, sensual e com uma carteira maior que a dele, para poder destribuir em afectos aquilo que o dinheiro não consegue comprar. De que me serve o dinheiro, se eu tenho saudades do melro e ele náo vem?

O Melro

Chegou-me a notícia que o Sindicatos dos Melros me vai pedir uma audiência para clarificar alguns aspectos relacionados com os membros da sua classe. Fico muito honrado por me considerarem influente ,poderoso e incómodo, a esse ponto. Espero que não me venham ameaçar com um pré aviso de greve, porque não há campo de manobra para um entendimento.
... ... ...
Após a reunião com o Sindicato dos Melros, poderá dizer-se que a montanha pariu um melro. Afinal, apenas queriam agradecer-me as rosas que ontem lhes destribuí. Foi simpático. O que muitas vezes o homem não consegue, consegue uma simples flor.
Quem oferece flores, fica sempre nas suas mãos, com o seu perfume.


O Melro

Ontem foi dia dos namorados. O Melro fez questão de fazer saber que sabia e apresentou-se acompanhado da sua namorada. Até aqui tudo normal. A expectativa seria saber até que ponto, que programa teria ele concebido para festejar o evento. Como qualquer namorado que se preze, deve ter comprado um ramo de rosas vermelhas, uns collants pretos e um top a condizer, o suficiente para derreter o coração da companheira. Trocaram beijos, fizeram amor e muitas carícias, mas o mais importante é que continuem hoje e todos os dias do resto das suas vidas a namorar. Quem tiver melros assim, que os estime e conserve. Piu.

Tragicomédia ?

( foto in fohn.net )

Há alguns dias, no seu "Escrita em Dia", Carlos Narciso falava sobre Yahya Jammeh, Presidente da Gâmbia, e os seus recentemente revelados "poderes" de cura da SIDA.

Até aqui, comédia.

Hoje, no site da ANGOP , a notícia é divulgada e dados como PROVADOS os ditos poderes.

Numa África assolada pela pandemia, a publicitação de notícias como esta só pode ser classificada como tragédia.

Ou será a Comunidade Científica Internacional uma associação criminosa de ignorantes ?

Citações

"A ignorância será a pobreza dos anos 2000"
( Alain Minc )
"Quase toda a ignorância é superável :
não sabemos porque não queremos saber"
( Aldous Huxley )

O Gato e o Rato


Os portugueses comuns têm andado a tirar um curso intensivo de Direito Processual Penal ministrado pelos jornalistas comuns que escrevem notícias dos tribunais e confundem mandado com mandato e furto com roubo.

Aprendem, no entanto, apenas o que já sabiam : que a justiça é uma rede cheia de buracos quânticos por onde, ao arrepio das leis da Física tradicional, o peixe miúdo não passa mas o graúdo (mais parecer jurídico menos parecer jurídico) passa com a maior das facilidades.

Como nos desenhos animados, no momento em que Tom vai deitar as unhas a Jerry, aparece sempre uma casca de banana processual que faz estatelar o gato e deixa o rato a salvo.

No "Apito Dourado" são as milhares de horas de escutas que a juíza de instrução não teve tempo de ouvir de fio a pavio, no caso da tentativa de corrupção de um vereador da Câmara de Lisboa por um administrador da Bragaparques é agora uma interpretação da lei segundo a qual as gravações presenciais de conversas só valem para os corruptos passivos mas não para os corruptores activos.


Tom fica, como sempre, de cara à banda e Jerry, também como sempre, de "consciência tranquila".


E, provavelmente, ainda porá um processo contra o Estado.


"That's all, folks!" .


Todos os dias num tribunal perto de si.

(Manuel António Pina, in JN 2007.01.31)

Dia dos Namorados


Eu quero abrir os braços e sentir-te
Como a vela de um barco sente o vento
Não te chamo para te conhecer
Conheço tudo à força de não ser
Peço-te que venhas e me dês
Um pouco de ti mesmo onde eu habite
Sophia de Mello Breyner
Imagem de Helder Ribau

Namorados do Kaos


"Um amor de conveniência que já dura há um ano. Aceitam-se apostas de quem será o primeiro a ... ao outro."
( Dia dos Namorados in "We Have Kaos in the Garden" )

Porque me apeteceu

( imagem de equaltrust.org )

"Vivemos todos sob o mesmo céu, mas nem todos temos os mesmos horizontes"

( Konrad Adenauer )



" A inteligência é o único meio que possuímos para dominar os nossos instintos"

( Sigmund Freud )
("O Elogio ao Horizonte", escultura de Chilida, em Gijon, in ojodigital )



E porque amanhã é dia dos namorados...

Cá vai um beijo cheio do amor para aquele que será eternamente o meu namorado!
"Quando fores rato serei a tua a girafa; quando eu for o rato, tu serás sempre a minha girafa!"
Um beijo muito especial!

Stess and smile

Hoje dei comigo a rir-me sózinho enquanto conduzia em plena auto-estrada. Toda a gente que conduzia mais rápido do que eu era maluco... enquanto aqueles que conduziam mais lentamente que eu eram autênticos asnos e estúpidos.

O Melro


O melro hoje estava muito "murcho". No seu poleiro, mas ensopado pela chuva miudinha, molha parvos ou molha tolos, consoante se esteja em Lisboa ou no Porto. È possivel que o "post" de ontem o tenha deixado abatido, mas nunca será de confiar, porque esta espécie tem a coluna muito flexivel, flexivel de mais para o meu gosto. O giro é o coro das damas de honor que sussurram "Ele não tem culpa, culpa tem quem o pôs naquele lugar", o que não deixando de ser verdade não o iliba de poder ser um melro responsável. Meu grande melro, comigo ouvirás sempre o que penso e o que sinto e se quiseres comer, comes, se não quiseres, deixa ficar, como diz uma amiga minha, apesar de me pareceres mais, seres daqueles que provam de tudo e não comem nada.

SEGREDO

( foto Michael Beck )

Sei um ninho.
E o ninho tem um ovo.
E o ovo tem lá dentro um passarinho
Novo.


Mas escusam de me atentar:
Nem o tiro, nem o ensino.
Quero ser um bom menino
E guardar
Este segredo comigo
E ter depois um amigo
Que faça o pino
A voar...


( Miguel Torga, in Diário VIII )

Era uma vez a Rita


Era uma vez uma menina que se chamava Rita. Traquina, cheia de energia e com fama de mau feitio. No entanto era muito fofa, quando queria. Destilava doçura com aqueles seus olhos grandes. Um dia sonhou que ia fazer uma viagem grande e resolveu dizer a toda a gente que ia ao Brasil. Aos avós, tios, primos e até á professora na escola.

Mas numa noite, quando ela se preparava para adormecer, apareceu um Mágico que lhe disse um segredo que ela não podia revelar. O passeio fantasma começava por B...mas a Rita adormeceu naquele momento e não ouviu mais nada. No dia seguinte, quando acordou muito feliz e bem disposta e telefonou á tia Mena a perguntar-lhe que terras começavam por B e a tia disse "Ó Ritinha, por B, pode ser Brasil, Barcelos, Berlengas, eu sei lá..." ao que a Rita retorqui, Berlengas não sei onde é, Barcelos, também não, por isso é ao Brasil...e desatou a gritar, "Vamos para o Brasil" "Vamos para o Brasil", e correu para o colo dos pais, Luisa e Paulo.

O que a Rita ainda não sabe é para que lado fica o Brasil, mas já sabe o que é sentir a emoções de um passeio que até eu gostava de saber para onde vai. Seja de que forma for, a Rita vai descobrir duas coisas, a primeira que o destino não é o mais importante e a segunda, é, que seja para onde for o passeio fantasma, ela vai estar no meio da familia e amigos e que vão ser umas férias fantásticas.

Um dia mais tarde, a Rita, contará que o primeiro passeio fantasma que fez, foi ao Brasil e se for mesmo, o Mágico vai virar lamparina, onde ela terá de esfregar e lhe poderá pedir três desejos, que lhe serão concedidos. Se não for ao Brasil, o Mágico vai-lhe pedir três beijinhos antes de embarcar e dizer-lhe a verdade, porque a uma criança nunca se deve alimentar uma ilusão nem mentir.

Por isso o Mágico anda á procura do número do telemovel da Rita para lhe mandar uma mensagem. Quem souber já sabe, é só avisar o Mágico porque ele quer telefonar-lhe para lhe dizer...que gosta muito dela.

Beijinhos Bons, Ritinha.

Até já, gaivotas

Há pessoas que são como os cataventos. Há pessoas que mesmo a perder, ganham sempre e mesmo a ganhar nunca ficam sastifeitos.Há pessoas que nuncam estão indecisas, mudam é de opiniáo, todos os dias. Há pessoas que são determinadas, competitivas, outras, panhonhas e comtemplativas, mas nenhuma delas, deixa de ser pessoa. Daí que muitas vezes deixamos de gostar delas apenas pelos seus comportamentos. E porque há pessoas que não se encaixam no nosso modelo padrão de comportamento, não faz delas pessoas menos interessantes...só que como costumo dizer, as gaivotas andam com as gaivotas, e os leões com os leões. O desafio é tentar coabitar, mas correm-se tantos riscos. Já todos experimentamos e o resultado foi o que se viu. Acabam por rolar tantas lágrimas...lágrimas são o sumo que sai pelos olhos quando se espreme um coração.

Referendo

Ganhou o talvez. O talvez é muito melhor. O talvez é primo do nim. Para mim o não, não perdeu, porque foi á luta pelas suas crenças e convicçóes. Não foi o sim que ganhou, porque já tinha ganho antes do jogo começar. Quem ganhou foi o talvez, que se está a borrifar para quem defende a cidadania.
Proponho que se faça um novo referendo com a seguinte pergunta:
Concorda que se ofereça um BMW a todos os que votaram sim e um Mercedes aos que votaram não?
Assim, talvez o talvez perdesse de vez.

Pirilampos

O Melro apresentou-se, manhã cedo. Aprumado e reluzente. Fixou o seu olhar num ponto fixo que eu não alcançava. Mirei-o repetidamente e disse para comigo "Cabrão de merda, estás aí a controlar o pessoal a ver quem chega atrasado"." Agora percebo porque tens direito a ir almoçar com eles". Lancei-lhe um olhar reprovador. Este melro pertence á raça dos "lambe cús". Deixai-o lamber, que de tanto lamber, há-de vir o dia em que, até a comida boa lhe ha-de saber a merda.



12.02 - RED HAND DAY

CRIANÇAS estão envolvidas em inúmeros conflitos armados no mundo inteiro.
São disso exemplos recentes :

Afeganistão, Angola, Burundi, Colombia, Costa do Marfim, Federação Russa, Filipinas, Guiné, Índia, Iraque, Israel e Territórios Ocupados da Palestina, Indonésia, Libéria, Myanmar, Nepal, República Democrática do Congo, Ruanda, Sri Lanka, Somália, Sudão e Uganda.


Grupos armados e forças governamentais continuam a recrutar e USAR CRIANÇAS.

Muitas são forçadas a alistar-se, e uma vez integradas, impedidas de sair.

Enquanto a maioria das crianças-soldados estão entre os 15 e os 18 anos, em alguns conflitos crianças de NOVE anos são ou foram recrutadas.

Outras crescem em zonas de guerra, com poucas possibilidades de sobreviver se não integrarem "voluntariamente" um grupo armado.


A 12 de Fevereiro de 2002, entrou em vigor o Protocolo Opcional da Convenção dos Direitos da Criança, sobre envolvimento de crianças em conflitos armados, aprovado pela Assembleia Geral da ONU em Maio de 2000. Este documento proíbe a participação directa de menores de 18 anos em hostilidades, e regula os 18 anos como idade mínima para recrutamento por grupos armados ou recrutamento compulsivo por governos.

Para comemorar este passo importante e
garantir o direito de TODAS AS CRIANÇAS a serem protegidas de conflitos armados ,
"Dia da Mão Vermelha" .
Vermelha de sangue, com o qual não queremos que as crianças sujem as suas mãos !